Imagem de Free-Photos por Pixabay

Trabalhe por conta própria: A trilha do freelancer

Primeiramente, se não bastasse a realidade das empresas e da sociedade ter mudado desde o advento da internet, a forma como se trabalha também mudou. O Brasil incluso. Por várias razões mais e mais pessoas estão trabalhando por conta própria, como profissionais liberais ou como autônomos. Também chamado de freelancer.

A diferença entre um e outro incluem vários detalhes técnicos. Contudo, para resumir: profissional liberal é fiscalizado por uma entidade como OAB, CREA, etc. São médicos, advogados e psicólogos, por exemplo. Já um profissional autônomo é aquele que responde pelo próprio trabalho e não tem nenhum vínculo empregatício. Ou seja, você é capaz de desenvolver uma atividade, encontra quem precise e queira pagar por aquele serviço e então fecham um contrato.

Além de pessoas, o freelancer pode até combinar serviços para empresas, associações ou organizações, mas diferente de um funcionário comum, sua atividade é temporária. Seja por um determinado tempo combinado ou até certo projeto ser concluído.

E essa é uma das principais vantagens desse estilo de trabalho, você pode escolher seus contratos. Ou seja, definir para quem vai trabalhar ou quais desafios enfrentar, diferente de um empregado comum de trabalho fixo. Afinal, o que define o freelancer é que ele não tem vínculo empregatício. Por consequência aqui temos outra vantagem que é definir você mesmo seu tempo e sua agenda.

Também não precisa ser formado na área que trabalha, basta saber fazer. Alías, ainda existe o registro de Microempreendedor Individual, ou MEI. O CNPJ garantido ao MEI facilita muitos processos e transações, como a emissão de notas fiscais, além de contar como tempo de contribuição ao INSS. Por outro lado você pode atender como Pessoa Física, pelo seu CPF. Enfim, tudo com a obrigação de pagar uma taxa mensal. Em todo caso, você será seu próprio chefe.

Primeiros passos

Sobretudo, existem alguns passos para começar como freelancer. O primeiro deles é descobrir com o que você vai trabalhar? Com o que você tem experiência ou quais habilidades você poderia aprimorar ao ponto de prestar serviços? Analise quais atividades você se sentiria seguro ou feliz em fazer e siga daí. Pesquise e pense em como é a rotina do tipo de trabalho que você pretende.

Alguns exigem que você viaje, outros que você passe muito tempo diante de um computador. Você se sente bem interagindo muito com outras pessoas ou isolado por horas? Pondere e analise bem o perfil que pretende seguir. Em seguida busque informações sobre o ramo e área que planeja embarcar. Como é a concorrência? Quais os números do mercado? Vai ter um ponto fixo, como é a área? Como é feito o marketing nesse setor?

Continuando, com todas essas informações você poderá traçar um Plano de Negócios, que funcionará como um guia e um mapa de como está o mercado que você pretende ingressar, com esquema financeiro, planejamento de marketing, método de gestão (vou falar mais sobre isso depois, relaxe). E por fim, você coloca a mão na massa. Se preferir se cadastrar como Microempreendedor Individual basta entrar no site da Secretaria da Fazenda de seu estado para seguir os protocolos e fazer seu cadastro.

Todavia, independente do caminho a seguir procure alguém com experiência na vida de autônomo, pode lhe render valiosas dicas. Só que num mercado competitivo essa pessoa poderá muito bem ser sua concorrente, para se sobressair e conseguir clientes todos precisam se tornar melhores no serviços de freelancer. E isso nos leva até a questão:

Como ser um bom freelancer?

Antes de tudo, como ser um bom autônomo ou freelancer? Primeiramente você precisa se atentar e desenvolver alguns pontos-chave (que já já eu vou pontuar um por um) e algumas características também. Inclusive, estar ciente das vantagens e desvantagens desse modelo de trabalho.

Desde já elencamos as vantagens de você escolher como e quando trabalhar. Entretanto, toda essa liberdade vem com responsabilidades extras. Um freelancer tem menos estabilidade, pois diferente de um empregado fixo ele precisa captar seus clientes para conseguir prestar seus serviços.

Ao passo que um mês pode ser cheio de oportunidades, o seguinte pode não ser assim. Aliás, profissional autônomo também conta com benefícios como FGTS de décimo terceiro salário. É preciso estar ciente que um freelancer é um empreendedor dono de seu próprio negócio.

É preciso desenvolver seu marketing pessoal além de se capacitar para prestar um bom serviço. Basta ter as habilidades necessárias. Inclusive você pode aprender várias dessas habilidades com cursos online e, com muito esforço e dedicação, se transformar em um freelancer ainda melhor.

Características Fundamentais

Todavia além dessas características, existem pontos-chave que um bom autônomo e freelancer precisa trabalhar para se destacar trabalhando por conta própria. Alguns, as chamam de “softkills”, sendo basicamente habilidades subjetivas e comportamentais. Também são chamadas habilidades interpessoais. Elas vão ajudar muito no seu contato com colaboradores e clientes, sem falar do seu marketing pessoal. Vamos chamar aqui de pontos-chave.

Pontos chave do freelancer

Enfim, existem certas medidas para se tomar para ser um bom profissional autônomo. Nesse sentido da forma como você lida com as pessoas. A primeira delas é ser prestativo. Ou seja, ter vontade de ajudar, ter prontidão. O tipo de apoio aos seus contatos, clientes ou a empresa que te contratou se sentirem bem quistos, valorizados. Esse diferencial no atendimento ressalta sua competência.

Entretanto, esse e só o início. Boa comunicação também é fundamental. A maneira com que você fala e escuta afeta profundamente as pessoas. O bom traquejo e cuidado na hora de lidar com as pessoas é um divisor de águas. Podem tanto te elevar como profissional ou queimar o seu filme. Para isso é bom buscar uma boa dicção, articulação e tom de voz. Inclusive uma boa gramática, clareza e coerência no seu discurso seja falado ou escrito.

Ainda assim, no quesito “atendimento ao cliente”, temos mais um item: Empatia. Conseguir fazer seu interlocutor se sentir compreendido e auxiliado é a meta aqui. Uma das formas de se conseguir isso é com frases específicas. Contudo, o principal é o intuito de entender de verdade os desafios e problemas de seu cliente.

E mais pontos chave!

Simultaneamente, inteligência emocional também é importante. Bem como entender seus sentimentos assim como os dos outros. Esse ponto é capaz de aumentar suas competências tanto no âmbito profissional quanto pessoal. Quando você manobra e equilibra bem suas emoções corriqueiras os seus relacionamentos melhoram como um todo. Inclusive todos os outros pontos citados antes.

Ao mesmo tempo, um qualquer profissional precisa de boas medidas de gerenciamento de stress. O contato com colegas e clientes pode ser bem desgastante. Entretanto, é importante não descontar esse stress nos outros. Além de encontrar formas saudáveis e produtivas de processar essa tensão e cansaço mental. Enfim, esse artigo discorre bem sobre como trabalhar suas emoções e sua inteligência para lidar com elas.

Em seguida temos outra habilidade chave para o sucesso. Antecipar desastres e complicações, ter autoconfiança e proatividade para solução de problemas. Parte do processo para resolução desses problemas podem vir de outra habilidade: a criatividade. Saber improvisar para bolar saídas eficazes para as enrascadas que certos trabalhos podem acarretar. Isso pode ser usado também para otimizar sua agenda e rotina profissional.

Sua agenda e seu tempo

O que nos leva ao próximo item: Gerenciamento do Tempo. Aprimorar seu cotidiano para encaixar o melhor possível todas as suas demandas pessoais e de carreira para conseguir os melhores resultados. Concluindo, definir prioridades, metas e destacar tempo adequado para cada tarefa é o cerne desse ponto-chave para sua vida como freelancer. Apesar de ter citado como vantagem mais cedo nesse artigo, ela pode se voltar contra você se não tomar os devidos cuidados e organizar sua agenda. Esse artigo aqui você também encontra bem excelentes dicas necessárias para você prestar os melhores serviços e produtos como profissional independente.

Enfim, um freelancer pode aproveitar todas as vantagens de fazer sua própria rotina e definir seus meios de serviço. Contudo, para isso você vai precisar de clientes. Na internet existem inúmeros sites onde você pode tanto encontrar clientes quanto encontrar profissionais em várias áreas de atuação para trabalhar por conta própria. Todavia, vou te apresentar um dos melhores que há, o Fiverr!

Plataforma Fiverr

Criado em 2010, Fiverr é um site pensado para conectar profissionais, empresas e clientes de forma ágil e confiável. Nele você encontra doze categorias de serviços que vão se dividindo em várias outras. Redação, tradução, composição musical, edição de áudio e vídeo, assistência técnica, consultorias de todo tipo, design, marketing digital, ilustração e por aí vai. E com o diferencial da velocidade de serviço. Inclusive, com alguns profissionais sendo destacados pela agilidade do atendimento (por uma valor à mais, é claro).

Inclusive tudo isso é possível por conta do sistema de reputação interno de todos os cadastrados no Fiverr. Portanto, se encaixando em requisitos como por exemplo: avaliações satisfatórias, tempo de cadastro, baixa taxa de cancelamento, serviços completos, etc. O cliente tem acesso á uma fixa com todo o norral de quem ele está contratando, ao passo que o freelancer pode se distinguir dos outros de maneira meritocrática.

O Fiver cobra uma percentagem dos valores praticados por viabilizar o negócio e o freelancer vai poder retirar seu dinheiro pelo PayPal. Bem como os clientes podem, além do PayPal, pagar pelos serviços através de créditos internos do Fiverr, cartão de crédito internacional, BitCoin ou Skrill.

Você tem os meios de se capacitar e os meios para prestar seus serviços. Trabalhe por conta própria, invista em si mesmo e se destaque da concorrência com ajuda dos artigos linkados aqui. Experimente o Fiverr e deslanche sua carreira.

Veja também:

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: