Data Entry: entenda o que é o trabalho de entrada de dados

Conheça o que é Data Entry, como funciona, como surgiu, o futuro do trabalho de Data Entry, e como trabalhar com isso.

O trabalho de entrada de dados é um trabalho que envolve vários processos de digitação de dados e serve para gerenciar melhor a enorme quantidade de dados que uma empresa recebe.

Esse é um trabalho já muito comum no exterior e neste artigo trago de forma inédita todas as informações a respeito do real trabalho de Data Entry ou Digitador Entrada de Dados.

O que é Data Entry? Conheça o trabalho de entrada de dados

O que é Data Entry? Entenda!

O trabalho de entrada de dados é um setor onde funcionários adicionam, verificam e editam diversos dados eletrônicos, sendo uma atividade muito importante para grandes empresas que precisam lidar com toneladas de dados diariamente.

Esses dados podem incluir notas de reuniões, números de vendas entre outros dados brutos. O trabalho nesta indústria também pode incluir outras ocupações como digitador, codificador, transcritor e processador de texto.

Como funciona o trabalho de Data Entry

O trabalho de um profissional de entrada de dados consiste em inserir informações em um banco de dados ou plataforma de documentação e em alguns casos pode trabalhar também com transcrição de áudios, gravações e conversas telefônicas.

O trabalho de data entry pode ter algumas diferenças em alguns casos dependendo do setor e organização para qual está prestando serviços, geralmente as tarefas mais comuns são:

  • Atualizar dados
  • Revisar dados
  • Mesclar dados
  • Digitar informações em plataformas de dados
  • Classificar informações
  • Digitar dados alfabéticos, numéricos e simbólicos
  • Criar backups.

Como surgiu o Data Entry Clerk ou Digitador de Entrada de Dados

Tudo começou por volta de 1890 quando foi criado o processamento de dados de cartões perfurados, que era uma espécie de papel com furos divididos em 12 linhas e 80 colunas, no século XX esses cartões perfurados eram muito utilizados na indústria de processamento de dados, através de máquinas que utilizavam esses cartões para entrada, saída e armazenamento de dados.

Cartão perfurado / Foto Reprodução: Wikipédia

Na época existiu uma grande demanda por trabalhadores na operação dessas maquinas, chamadas maquinas de punção, esse trabalho era importante para garantir a precisão dos dados que eram inseridos de forma duplicada, então era utilizado um dispositivo de teclado conhecido como verificador.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é image-3-611x500.png
Profissionais de entrada de dados da época utilizando o Verificador IBM 056 / Foto Reprodução: Wikimedia

Gradualmente a entrada de dados através de cartão perfurado foi substituída pelo uso dos terminais de exibição de vídeo.

E com o tempo as tecnologias ficavam ainda mais avançadas e os trabalhos de manuais de entrada de dados começaram a ser substituídos pelos sistemas de OCR/OMR combinado, que convertem tipos diferentes de documentos, por exemplo, imagens em textos, e documentos em dados pesquisáveis ou editáveis.

Esses sistemas tentavam fazer a leitura dos documentos e processar tudo eletronicamente, porém a precisão não era muita, precisando então dos funcionários de entrada de dados para fazer a verificação desse processo, fazendo a correção e digitação manual de informações perdidas ou incorretas.

Digitador de entrada de dados / Foto Reprodução: Wikipedia

O futuro do trabalho de data entry: vai acabar?

Entendendo mais sobre a história de todo o trabalho envolvendo o digitador de entrada de dados, ou data entry clerk, nota-se que o trabalho sofreu uma queda na demanda de serviços a medida que novas tecnologias foram automatizando os processos de entrada de dados.

A Inteligência Artificial (IA) e Machine Learning (ML) são grandes responsáveis por essa mudança tecnológica no setor, criando automatizações no trabalho manual de entrada de dados, dessa forma os serviços tradicionais de data entry estão sendo substituídas por processos de automações mais rápidas e precisas.

O futuro do trabalho de Data Entry

Muitos especialistas acreditam que o trabalho não seja totalmente substituído por automações, pelo contrário, o trabalho irá se adaptar a essas mudanças, agregando a essas novas tecnologias e não descartando as habilidades humanas.

O trabalho de data entry em muitos casos é mais eficiente através da interação humana, embora possa ser utilizado automações nesses processos ainda sim é necessário analises, correções, e atribuições no geral!

A prova de que o trabalho de data entry não vai acabar tão cedo é que ainda existe certa demanda, por mais que o trabalho não seja tão popular ou comum como antes, ainda existe uma demanda que pode crescer nesse setor, pois o papel de entrada manual de dados ainda é importante e utilizada por vários motivos, em questão econômica e na precisão e eficacia do trabalho humano.

E hoje em dia, talvez pela popularização da internet e o trabalho online, o serviço de entrada de dados ganhou destaque outra vez, e trabalhos no modelo crowdsourcing contribuíram para um certo aumento na demanda desse serviço, mais voltada para trabalhos temporários como freelancer, em projetos de curta e média duração.

Tipos de trabalho de Data Entry

Existem alguns tipos diferentes de trabalho com entrada de dados e as funções variam muito de um setor para outro, e como o mercado está em constante mudança podem haver também outras responsabilidades gerais de escritório.

Confira alguns dos principais tipos de trabalhos de entrada de dados:

Escriturário de Entrada de Dados

O trabalho do Escriturário de Entrada de Dados é organizar dados em um sistema de arquivos, planilhas, e também fazem serviços de atualização de dados.

Keyer de Entrada de Dados

O trabalho envolve inserir ou digitalizar documentos impressos, ou manuscritos para sistemas de computador, por exemplo, cópias de documentos impressos ou folhas de papel.

Transcritor

O trabalho de um transcritor basicamente consiste em escutar e transcrever as informações para relatórios ou documentos em texto. São geralmente áudios e vídeos, como de entrevistas, podcasts, relatórios, telefonemas, reuniões gravadas, etc. Veja mais neste artigo!

Processador de texto ou datilógrafo

O Processador de texto ou Datilógrafo é o trabalho de digitação básica, refere-se a inserção de dados e informações para documentos de texto, correspondências e relatórios.

Revisor

O trabalho de um revisor é fazer analises em manuscritos em busca de erros gramaticais e de pontuação, além e outros tipos de revisão conforme a terminologia do setor para qual está prestando serviços.

Codificador

O profissional especializado em codificação é responsável por organizar os dados, auxiliar na criação de documentos e supervisionar os bancos de dados.

Assistente Virtual

O Assistente Virtual também pode se encaixar nos trabalhos de entrada de dados, a profissão ficou famosa por prestar serviços de escritório de forma autônoma e trabalhando sob demanda.

Esse trabalho engloba várias atividades relacionadas as tarefas de escritório, e na prestação de serviços de entrada de dados o profissional pode realizar atividades de gerenciamentos administrativos, gerenciamento de calendários, compromissos e folha de pagamentos, atendimento, etc.

Quanto ganha um profissional de Data Entry?

Os salários de um profissional de entrada de dados podem variar muito dependendo do tipo de projeto, empregador, grau de dificuldade, habilidades necessárias entre outros quesitos.

A média salarial do profissional de data entry varia bastante dependendo do setor que trabalha e como trabalha, considerando que o trabalho é geralmente feito de forma terceirizado ou autônoma.

Geralmente os pagamentos para essa função são feitos por hora, por agilidade e rapidez de digitação, por palavra ou por minuto. É estimado que um profissional de Data Entry freelancer ganha em média entre R$ 50,00 até R$ 2000,00 por projeto.

A média salarial geral para cargos de trabalho de Data Entry no Brasil é de R$2.705,00 de acordo com informações do site glassdoor.

Confira outras médias salariais para cargos relacionados a Data Entry no Brasil:

  • Operador de Equipamentos de entrada de dados: ganha no Brasil uma média de R$ 1.420,98
  • Transcritor: ganha no Brasil uma média salarial de R$ 1.756,00
  • Digitador de Dados: ganha no Brasil uma média salarial de R$ 1.241,00.

Requisitos para trabalhar com Data Entry

As habilidades necessárias para trabalhar na área podem ou não ser muitas, geralmente é necessário apenas conhecimentos de informática básica e proficiência em plataformas como Microsoft Office e programas de planilhas como Microsoft Excel.

Os requisitos básicos são:

Boas habilidades no idioma

Sem dúvidas esse é o conhecimento mais importante para a área de dados, sendo fundamental ter habilidades em alto nível sobre ler, escrever e revisar dados.

Digitação eficaz

É importante que o profissional tenha boas habilidades em digitação, sendo necessário ser rápido e prático nesta atividade. O ideal seria uma velocidade de pelo menos 35 palavras por minuto. É interessante fazer um curso de digitação.

Conhecimentos em informática

Para ser um especialista em entrada de dados deve saber usar softwares para inserir e editar dados, os cursos de informática básica são fundamentais para saber lidar com programas como Word e Excel.

Esses são alguns dos conhecimentos básicos para trabalhar na área, porém isso depende muito do setor em que vai trabalhar.

Cursos recomendados para trabalhar com Data Entry

Neste tópico separamos alguns cursos recomendados para quem quer iniciar na área. Todos os cursos têm certificação, ajudando muito na hora da contratação.

Onde encontrar trabalhos de Data Entry?

É possível encontrar algumas oportunidades de trabalho para date entry em sites de vagas e em algumas empresas de trabalho remoto que indicaremos mais abaixo. Geralmente esse tipo de trabalho é anunciado como data entry jobs, trabalhos de data entry ou empregos de data entry.

Aqui no Brasil geralmente esses trabalhos são anunciados como trabalho de digitador, digitador de dados, e digitador home-office, mas é preciso ficar atento com golpes! Recomendo que veja esse artigo para saber mais sobre esse assunto de forma completa.

Para encontrar oportunidades na área aqui no país o mais recomendado é buscar em sites de vagas home-office e freelancer. Confira:

As principais indústrias que contratam para a entrada de dados são as áreas médicas, administrativo, contabilidade e finanças, governo e política e varejo e vendas.

Empresas que contratam para trabalhar online como Data Entry

O trabalho de date entry não é muito comum aqui no nosso país, porém é possível encontrar várias oportunidades no exterior.

As oportunidades de fora muitas das vezes exigem que a pessoa esteja morando no exterior, porém também existem outras oportunidades globais na área. Uma dica valiosa para aumentar suas chances é aprender inglês, muito valorizado hoje em dia e pode te abrir muitas portas.

Confira algumas das melhores empresas de fora que contratam para trabalhar com entrada de dados.

Appen

Empresa pioneira na contratação de pessoas para trabalho em casa, ela é muito famosa por prestar serviços de avaliador de mídias, tendo clientes de peso no mercado como a Google. Veja como trabalhar na Appen neste link!

Lionbridge

A Lionbridge é outra empresa muito famosa na contratação para empregos remotos e também oferece oportunidades na área de data entry em mais de 300 línguas. Veja mais sobre!

Clickworker

A Clickworker oferece várias oportunidades de trabalhos, desde os mais simples como tirar fotos, pesquisas, fazer testes para inteligência artificial (IA) e também alguns trabalhos de data entry. Cadastre-se!

Machanical Turk

A MTurk é uma plataforma da Amazon que oferece diversos trabalhos online simples e também complexos como a de data entry.

Com a MTurk você pode trabalhar com diversas atividades diferentes de análises, catalogação, conversão de dados não estruturados entre outros trabalhos envolvendo dados de documentos legais e governamentais. Cadastre-se ou veja mais informações!

OCTA CRMALL

Essa é uma empresa brasileira que oferece recrutamento para trabalhar online com lançamento de notas fiscais, cupons e outros documentos. Veja mais neste link!

Conclusão

Podemos concluir que o trabalho de entrada de dados ou data entry é uma oportunidade de trabalho home-office bem flexível e sem muitas exigências.

O trabalho é simples e qualquer pessoa com as habilidades mencionadas no artigo pode começar, e muito cuidado com golpes e pessoas mal intencionadas que oferecem esse tipo de oportunidade na internet obrigando pagar por treinamentos e dados “sigilosos”.

Fontes e Referências:

Sobre Marcos R. Martins

Redator e Webmaster, apaixonado pelo universo digital. Especializado em Criação de Conteúdo e Marketing Digital.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: